Política

Fundo bilionário: confira como votaram os deputados do Piauí

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha vai usar dinheiro do contribuinte que deveria ser usado em outras áreas, para que os partidos políticos possam financiar as campanhas eleitorais.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

Os deputados federais aprovaram na madrugada desta quinta-feira (05) uma das mais polêmicas propostas da Reforma Política, a criação de um fundo que irá usar dinheiro do contribuinte, na ordem de R$ 1,7 bilhão, para financiar as campanhas eleitorais dos políticos brasileiros.

Foram 233 votos favoráveis a proposta e 209 votos contra a criação do fundo. Entre os deputados federais piauienses, seis votaram a favor, foram eles: Júlio Cesar (PSD), Iracema Portella (PP), Assis Carvalho (PT), Maia Filho (PP), Marcelo Castro (PMDB) e Paes Landim (PTB).

Já os parlamentares que votaram contra foram: Átila Lira (PSB), Heráclito Fortes (PSB), Rodrigo Martins (PSB) e Silas Freire (Podemos).

  • Foto: GP1Deputados piauiensesDeputados piauienses

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha vai usar recursos públicos que deveriam ser usados em outras áreas, para que os partidos políticos possam financiar as campanhas eleitorais. A estimativa é que o valor fique em torno de R$ 1,7 bilhão nas eleições de 2018.

Ficou determinado que 2% desse valor será igualmente dividido entre todos os partidos, 35% entre os partidos com pelo menos um representante na Câmara dos Deputados, proporcionalmente aos votos obtidos por eles na última eleição para a Câmara dos Deputados, 48% entre os partidos na proporção do número de deputados na Câmara em 28 de agosto e 15% entre os partidos na proporção do número de senadores em 28 de agosto. A proposta agora segue para o Senado.

MAIS NA WEB