Economia e Negócios

Gasto com salário de servidores públicos sobe 10% e supera teto

O crescimento na folha do funcionalismo é mais alto que o teto para o crescimento do gasto público fixado em 7,2%.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Devido aos reajustes dos salários acertados no governo Dilma Rousseff e autorizados pelo presidente Michel Temer no ano passado, as despesas com o pagamento dos servidores públicos da União terão um crescimento próximo 10% este ano.

De acordo com informações do Estadão, o crescimento na folha do funcionalismo é mais alto que o teto para o crescimento do gasto público fixado em 7,2% para este ano, ou seja, o governo terá que cortar outras despesas para acomodar a alta nos encargos com os servidores e garantir cumprimento do teto.

  • Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo Michel TemerMichel Temer

O Orçamento prevê que os gastos com pessoal seja de R$ 283 bilhões, ante R$ 258 bilhões gastos no ano passado, o que representa uma alta de 9,7%. Segundo o Ministério do Planejamento, os reajustes dados a 16 categorias no período de 2012 a 2019 são inferiores à estimativa da inflação acumulada entre 2012 e 2018. Para o Planejamento, não há como projetar inflação para além desse período, embora os reajustes tenham prazo até 2019.

Mais conteúdo sobre: