Brasil

Geddel é preso novamente após apreensão de R$ 51 milhões

Ex-ministro estava no prédio em que cumpria prisão domiciliar, em Salvador.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O ex-ministro do governo Temer, Geddel Vieira Lima, do PMDB, deixou na manhã desta sexta-feira (08), o prédio em que vivia, em Salvador, levado pela Polícia Federal (PF), após um pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público Federal.

De acordo com informações do G1, Geddel deixou o prédio pouco antes das 7h, no banco de trás de uma viatura da Polícia Federal. Sete agentes e dois carros chegaram ao prédio um pouco antes.

  • Foto: André Dusek/Estadão ConteúdoGeddel Vieira LimaGeddel Vieira Lima

Na última terça-feira (05), a PF aprendeu R$ 51 milhões em um apartamento que seria usado por Geddel em Salvador. O dono do imóvel disse à PF que havia emprestado o prédio ao ex-ministro para que ele guardasse pertences do pai, que morreu no ano passado.

As impressões digitais de Geddel foram encontradas no próprio dinheiro, além disso, uma outra testemunha confirmou que o espaço tinha sido cedido ao ex-ministro e a uma segunda pessoa, que é suspeita de ajudar Geddel na destinação das caixas e das malas de dinheiro. Após a apreensão do dinheiro, a PF identificou o risco de fuga.


MAIS NA WEB