Piauí - Teresina

Greco prende empresário Franklin Kalume por furto de energia

Em oito anos, o empresário nunca pagou a conta de energia da própria residência.

THAIS SOUZA

- atualizado

A Polícia Civil do Piauí, por meio do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GRECO), prendeu na manhã dessa sexta-feira (14), o empresário Franklin Kalume Brigido, que atua no ramo de argamassa e rejuntes, pelo crime de furto de energia. A prisão foi realizada na residência do suspeito, em um condomínio de luxo na zona leste de Teresina. O empresário é dono do Grupo Kalfix e ex-presidente do River Atlético Clube.

  • Foto: Facebook/Franklin Kalume BrigidoFranklin Kalume BrigidoFranklin Kalume Brigido

Em entrevista aoGP1 o delegado Willame Morais, do GRECO, informou que o desvio de energia era feito na casa do indivíduo, e não na empresa dele. “Existe uma fiscalização rotineira da Eletrobras, e foi constatado o desvio de energia elétrica, o furto, e a GRECO foi acionada”, disse.

Além disso, o delegado informou que Franklin Kalume, em oito anos, nunca pagou uma conta de energia. De acordo com o delegado Laércio Evangelista, isso foi possível porque o empresário nunca solicitou um contrato junto à Eletrobras Piauí, tendo feito uma ligação completamente clandestina. "Ele nunca solicitou um cadastro justo à Eletrobras, estava totalmente à revelia. No momento que a pessoa faz qualquer construção ela tem que solicitar um cadastro, uma medição, fazer um contrato e ele nunca fez nada disso. Era uma ligação realmente clandestina”, explicou.

A ordem de prisão foi dada na residência dele, no apartamento Guimarães Rosa, localizado em frente ao Shooping Riverside, na avenida Raul Lopes. Para sua soltura foi arbitrada uma fiança no valor de 40 salários mínimos, o que corresponde a $ 37.480,00.

MAIS NA WEB