Piauí - Teresina

Greco prende segurança que teve acesso a prova do concurso da PM

Foram cumpridos um mandado de prisão, um mandado de condução coercitiva e cinco mandados de buscas e apreensões.

THAIS SOUZA E BRUNNO SUÊNIO

- atualizado

A Polícia Civil do Piauí, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), deflagrou uma operação na manhã desta sexta-feira (07) e prendeu um segurança de um shopping da Capital, que ainda não teve a identidade revelada, apontado como a pessoa que teve acesso à prova de português do concurso da Polícia Militar do Piauí, realizado no dia 21 de maio de 2017.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Kleydson FerreiraKleydson Ferreira

De acordo com o delegado Kleydson Ferreira, coordenador da operação, o segurança foi preso no bairro Portal da Alegria, zona sul de Teresina, e um dos mandados de busca e apreensão foi realizado na residência do acusado.

Foram cumpridos além do mandado de prisão, um mandado de condução coercitiva, referente a um suspeito que pode ter tido acesso a prova, e cinco mandados de buscas e apreensões com o objetivo de arrecadar outras provas. Conforme o coordenador da operação, o segurança teve acesso a prova e divulgou para alguns dos candidatos. “Inclusive, aqueles candidatos que receberam as informações divulgaram, posteriormente, em redes sociais que tinham tido acesso a prova”, finaliza.

  • Foto: Thais Guimarães/GP1Delegado Riedel BatistaDelegado Riedel Batista

De acordo com o delegado geral da Polícia Civil, Riedel Batista, a ação desta sexta-feira (07) conclui as investigações referentes ao vazamento da prova de português. “Nós fizemos um trabalho de campo, de checagem de documentos e já existem provas na investigação de que ele teve acesso à prova de português, que foi viralizada no dia do concurso da PM e que desencadeou, justamente, a anulação da primeira etapa. Então hoje nós estamos dando cumprimento a esse mandado de prisão e praticamente concluindo a investigação em relação ao concurso anterior da Polícia Militar” comentou.

MAIS NA WEB