Piauí - Teresina

Grupo Matizes realiza atividades pelo Dia da Visibilidade Lésbica

O evento acontece a partir das 16h, no auditório do CREAS POP.

Nesta terça-feira (29) é o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica. Para lembrar a data, o Grupo Matizes e a Comissão de Diversidade Sexual da OAB realizam logo mais a roda de conversa Lesbianidade, afetividade e solidão: múltiplos olhares. O evento acontece a partir das 16h, no auditório do CREAS POP.

A roda de conversa tratará de temas relevantes que envolvem a comunidade lésbica e contará com as presenças da arquiteta e urbanista Lumena Costa Adad; da vice-coordenadora do Grupo Matizes, Maria José Ventura; da acadêmica de Direito Cibelly Santos; e da professora Juliana Malherme. “Nossa luta se reveste de mais importância neste momento político em que estamos vivenciando o aumento da violência contra as mulheres. Infelizmente, o cenário é marcado pela ausência de políticas públicas e de cerceamento de direitos fundamentais, deixando nós lésbicas mais vulneráveis”, ressaltou Carmem Lúcia, que faz parte da organização do evento.

SHOW "O MAR DE TERESINA FICA NO CÉU DA BOCA DAS MENINAS"

Ainda como parte das atividades pelo Dia da Visibilidade Lésbica acontecerá na sexta (01) o show "O mar de Teresina fica no céu da boca das meninas". O memorial Esperança Garcia receberá o show, com início às 19h. A banda Sambatom, o Grupo Ijexá e a DJ Dani Jales animarão a festa. A entrada é franca.

Visibilidade Lésbica, uma bandeira que faz muito sentido

O dia nacional da visibilidade lésbica, 29 de agosto, foi instituído em 1996, em referência ao I SENALE – Seminário Nacional de Lésbicas, ocorrido no Rio de Janeiro. Em 2003, no V SENALE realizado em São Paulo, as lésbicas decidiram realizar atividades em todo o País em comemoração ao dia da visibilidade. Desde então, ano a ano, crescem em número e qualidade as ações pela visibilidade lésbica. Neste ano de 2017, as manifestações acontecem em todas as regiões, através de seminários, shows, caminhadas e muita afirmação das mulheres lésbicas enquanto sujeito político lésbica.

Mas por que uma data específica para a Visibilidade Lésbica? Para convocar toda a sociedade brasileira o poder público para respeitar nossos direitos humanos. Exigimos respeito, dignidade e liberdade!

O dia nacional da visibilidade lésbica representa resistência ao machismo, ao patriarcado e sua expressão mais nociva - a heterossexualidade como norma. A Visibilidade Lésbica é uma forma de dizer não à censura e ao cerceamento sobre nossos desejos e afetos. Nesse sentido, construímos durante todo o ano inúmeras atividades de cunho educativo e político com mulheres lésbicas para seu fortalecimento na condição de sujeitos políticos, como também realizamos atividades de sensibilização da sociedade como oficinas, palestras, audiências públicas e outras ações para que desconstrua seus preconceitos. Atuamos também na construção de diretrizes para políticas públicas afirmativas do direito à livre expressão sexual, realizamos ações públicas como as Caminhadas Lésbicas e participação nas Paradas LGBT’s. Então, para nós, Visibilidade Lésbica é todo dia quando dizemos NÃO à heterossexualidade obrigatória na família, no trabalho, na sociedade, na militância, nos espaços de lazer. O Estado não pode impor invisibilidade e, consequentemente, negação de nossos direitos civis, sociais, econômicos, culturais, trabalhistas. Lutamos por cidadania plena e pela implementação do Estado Laico de fato!

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB