Entretenimento

Guilherme de Pádua se casa com estudante de moda em BH

Os dois se casaram no civil em um cartório de Belo Horizonte, onde moram os noivos, e registrado nas contas dos dois nas redes sociais

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

O ator Guilherme Pádua, que assassinou atriz Daniela Perez, filha da autora Gloria Perez em 1992, se casou na última terça-feira (14) pela terceira vez. Desta vez, foi com a estudante de moda Juliana Lacerda. Os dois se casaram no civil em um cartório de Belo Horizonte, onde moram os noivos, e registrado nas contas dos dois nas redes sociais. Através de uma publicação, Pádua disse que o casal também vai se casar na igreja.

“Gloria a Deus! ‘Pra todo sapato velho existe um pé descalço’! Kkk”, escreveu Guilherme de Pádua em um post, em que faz um verdadeiro textão em louvor da mulher e não deixa de mencionar o crime que cometeu. “Conheci a Ju em um tempo de muita dor e fomos somente amigos por mais de um ano… Neste tempo, tivemos muitas oportunidades de ficarmos com ‘pessoas melhores aos olhos naturais’ (com melhor situação financeira, no caso dela também sem um passado manchado… tantas foram as oportunidades) … Mas, como Jesus fazia, estamos andando (pela fé) na contramão dos valores deste mundo.”

  • Foto: Reprodução/InstagramGuilherme de Pádua se casa com estudante de moda em BHGuilherme de Pádua se casa com estudante de moda em BH

Ele continua se dirigindo diretamente a ela: “Ju, minha esposa linda, você me conheceu numa fase tão difícil da minha vida e mesmo assim não desistiu de mim! Vc é fortinha, heim, loira? Te peço perdão por meus medos, meus traumas, minhas inseguranças, duvidas… A partir de hoje, conte com meu amor e dedicação por completo como deve ser um marido cristão! Te amo! Ah!!! As fotos foram feitas por um irmão que também está recomeçando a vida!”

Guilherme de Pádua era casado com Paula Thomaz, quando assassinou Daniela Perez. Paula participou do crime, que foi motivado por ciúmes.

De acordo com a Veja, Pádua e Daniella contracenavam na novela De Corpo e Alma, de Gloria, que estava no ar. Condenado a 19 anos e meio de prisão pelo assassinato da atriz Daniella Perez, em dezembro de 1992, Pádua cumpriu seis anos e nove meses da pena em regime fechado. Convertido na cadeia, hoje ele trabalha para uma igreja evangélica. Em liberdade, se casou com Paula Maia.


MAIS NA WEB