Política

Henrique Meirelles diz que PEC mantém independência dos poderes

Meirelles avalia que a proposta de emenda constitucional coloca um limite para que as despesas públicas não cresçam de uma "forma descontrolada como cresceram nos últimos anos".

DEISE KESSLER

Nesta sexta-feira (14), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que a proposta de emenda constitucional 241, que institui um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos, não gera possibilidade de interferência de um poder em outro.

"Um dos pontos importantes que vale a pena ressaltar é o consenso que se chegou de que a proposta de emenda constitucional estabelece uma restrição igual para todos os poderes. Não estabelece nada especifico para um determinado poder que seja diferente dos demais. E também não dá nenhuma possibilidade de interferência de um poder em outro", afirmou Meirelles.

De acordo com o G1, Meirelles ainda avaliou que a proposta de emenda constitucional coloca um limite para que as despesas públicas não cresçam de uma "forma descontrolada como cresceram nos últimos anos, levando o país a essa crise que estamos, que é a maior recessão da história do Brasil. E que a prioridade de todos deve ser, cada um cumprir a sua parte, para que o país volte a crescer, volte a criar empregos e que milhões de brasileiras e brasileiros possam ter trabalhos. Haverá absoluta manutenção da independência dos poderes que essa emenda proposta nada interfere nisto", finalizou Meirelles.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Henrique Meirelles diz que PEC mantém independência dos poderes
http://www.gp1.com.br/noticias/henrique-meirelles-diz-que-pec-mantem-independencia-dos-poderes-402835.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.