Política

Heráclito Fortes evita julgar colegas favoráveis a fundo eleitoral

“Cada um é responsável por aquilo que pratica. Eu não vou julgar a posição dos outros. Eu tenho convicção em relação a mim", disse ele.

GERMANA CHAVES

“Cada um é responsável por aquilo que pratica”. Foi o posicionamento do deputado federal Heráclito Fortes (PSB) quanto aos parlamentares piauienses que votaram a favor da criação do Fundo Partidário na ordem de R$ 1,7 bilhão, que será abastecido com recursos públicos e usado para bancarcampanhas eleitorais.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Heráclito Fortes Heráclito Fortes

Heráclito Fortes sugeriu duas fontes de onde poderiam ser captados os recursos para financiar as campanhas. “Cada um é responsável por aquilo que pratica. Eu não vou julgar a posição dos outros. Eu tenho convicção em relação a mim. A minha é essa. Não é que eleição não precise de financiamento, mas, você tirar de lá, não. Vamos pegar o dinheiro apreendido da corrupção, das contribuições sindicais que foram suspensas e colocar no Fundo Partidário, mas dinheiro do povo não”, reforçou o parlamentar.

O deputado do PSB está no grupo dos piauienses que se posicionou contra a proposta e explicou o porquê da negativa: “Eu sou de um estado pobre que não tem recurso para educação, saúde que não tem recurso para as necessidades básicas. Eu não vou tirar dinheiro, inclusive, de emendas parlamentares para o Fundo Partidário.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB