Piauí - Teresina

Homem desaparecido em Teresina pode estar em São Paulo

Segundo a Polícia Civil, o telefone de Marco sempre dá desligado e a moto em que ele estava, de placa NQS-9590, cor azul, ainda não foi encontra.

RAFAEL GALVÃO

- atualizado

A Polícia Civil tenta desvendar o desaparecimento do servidor público Marco Aurélio de Sousa Medeiros, de 32 anos, que sumiu há 10 dias da frutaria onde trabalhava. O delegado titular do 9° Distrito Policial requisitou as imagens do banco para descobrir quem fez o saque em nome do rapaz.

De acordo com o delegado Erisvaldo Machado, titular do 9º DP, ele pode estar com familiares em São Paulo. "Após ouvir diversas pessoas, descobrimos que Marco também tem familiares em São Paulo, possivelmente, pode estar com o pai dele lá”, disse.

  • Foto: Facebook/Marco AurélioRapaz desapareceu de uma frutaria do bairro MoncambinhoRapaz desapareceu de uma frutaria do bairro Moncambinho

Erisvaldo falou ainda que foi realizado um saque da conta de Aurélio. “Dois dias após o sumiço dele foi feito um saque, ainda não sabemos quem o realizou, estou aguardando imagens da instituição financeira para saber quem realmente fez a movimentação e o valor retirado, se ele aparecer nas gravações o caso está resolvido”, revelou o delegado.

Segundo a Polícia Civil, o telefone de Marco sempre dá desligado e a moto em que ele estava, de placa NQS-9590, cor azul, ainda não foi encontra. Ele é dono de uma frutaria no bairro Mocambinho e trabalhava como auxiliar de serviços gerais em uma escola no bairro Alto Alegre, zona norte da Teresina.

Mais conteúdo sobre: