Piauí - Padre Marcos

Homem é condenado a 31 anos de cadeia por morte da ex-namorada no PI

O julgamento aconteceu no dia 15 de setembro deste ano.

BRUNNO SUÊNIO

- atualizado

O Tribunal Popular do Júri de Padre Marcos condenou Edilton Lázaro Leal a 31 anos e 4 meses de reclusão pelos crimes de homicídio qualificado e feminicídio contra a ex-namorada Ana Maria de Sousa. O julgamento aconteceu no dia 15 de setembro deste ano.

O Conselho de Sentença reconheceu por maioria de votos que Edilton concorreu para a prática criminosa ao mandar terceira pessoa praticar as lesões que causaram a morte de Ana Maria.

O juiz de Direito Marcos Augusto Cavalcanti Dias, que presidiu o julgamento, declarou condenado Edilton e fixou a pena de 31 anos e 4 meses de reclusão.

Como Edilton está preso há 175 dias, o restante da pena a ser cumprida será de 30 anos, 10 meses e 5 dias em regime fechado.

O crime

Ana Maria de Sousa, de 21 anos, foi encontrada morta, na manhã de 23 de março deste ano, na cidade de Padre Marcos. Ela foi assassinada com um tiro na cabeça.

Segundo as investigações, a vítima havia terminado um relacionamento amoroso com Edilton dias antes do crime.