Piauí - Oeiras

Hospital de Oeiras realiza primeiro mutirão de cirurgias de varizes

O procedimento usa uma técnica inovadora e será realizado em 100 pacientes de 17 municípios do Território Vale do Canindé.

Neste final de semana, 16 e 17 de setembro, Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras, realiza o primeiro mutirão de cirurgias de varizes do Estado. O procedimento usa uma técnica inovadora e será realizado em 100 pacientes de 17 municípios do Território Vale do Canindé.

A técnica que será utilizada para as intervenções cirúrgicas consiste na aplicação de espuma formada a partir do contado do líquido polidocanol com o ar “que aplicado de forma correta dentro do vaso sanguíneo promove o fechamento, diminuição e desaparecimento do vaso”, explica o médico Lázaro Laignier.

Essa técnica passou a ser ofertada no Brasil pelo Sistema Único de Saúde recentemente e o Estado inicia ofertando esse novo serviço de saúde no sul do Piauí, com a sistemática da rapidez e abrangência de mutirões.

O tratamento é feito por um angiologista e um cirurgião vascular. Os resultados são imediatos e não há necessidade de internação do paciente, como ocorria com o método antigo.

A oferta de mais procedimentos eletivos foi possível com a mudança de perfil do Hospital, o que fortaleceu a resolutividade na assistência ao paciente. “Com a saída da urgência para a UPA (Unidade de Procedimento Atendimento), o hospital está fazendo mais cirurgias eletivas, além de ofertar algumas especialidades, como ortopedia, cirurgia geral, infectologia, oftalmologia, com 80 consultas por mês. São áreas específicas que o Hospital está conseguindo avançar”, disse Alípio Sady, diretor geral do Hospital Regional Deolindo Couto, onde serão realizadas as cirurgias.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB