Piauí - Parnaíba

Idosa tem costelas fraturadas após ser agredida pelo filho

De acordo com a polícia, uma equipe foi deslocada ao local após receber denúncia de que o acusado havia agredido com chutes a vítima.

BRUNA DIAS

  • Foto: Divulgação/PMGilson BritoGilson Brito

Uma idosa identificada como Maria do Livramento Paiva, de 72 anos, teve pelo menos duas costelas fraturadas, após ser agredida pelo próprio filho, Gilson Brito Paiva, na madrugada deste sábado (15), na rua São Jorge, bairro Pindorama, na cidade de Parnaíba. De acordo com o tenente-coronel Adriano de Lucena, comandante da Polícia Militar da cidade, uma equipe foi deslocada ao local após receber denúncia de que o acusado havia agredido com chutes a vítima.

“Através do número de emergência da PM, por volta das 4h da madrugada de hoje, o GAECIM foi acionado para atender um chamando de violência contra idoso tendo como vítima a idosa Maria do Livramento Paiva, 72 anos, e agressor Gilson Brito Paiva, filho da vítima, que, segundo informações repassadas pelos solicitantes, a agrediu com chutes, vindo a deixá-la agonizando no chão”, relatou.

Segundo a polícia, o fato foi presenciado pelo esposo da vítima, Raimundo Nonato Alves de Paiva, 73 anos, que também foi agredido e ameaçado. Gilson Brito foi preso e conduzido à Central de Flagrantes. “O filho do suspeito, J B S P, 17 anos, também foi testemunha da agressão. Chegando no local o SAMU foi acionado e ao realizar o atendimento, informou que possivelmente a vítima havia fraturado, no mínimo duas costelas. A equipe de serviço do GAECIM então saiu em diligência, e conseguiu capturar o suspeito, que guiava uma moto Fan preta”, contou o comandante.


Link do texto:

Idosa tem costelas fraturadas após ser agredida pelo filho
http://www.gp1.com.br/noticias/idosa-tem-costelas-fraturadas-apos-ser-agredida-pelo-filho-402884.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.