Mundo

Imprensa internacional repercute condenação de Lula

O ex-presidente foi condenado a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro.

SUYNARA OLIVEIRA

- atualizado

Na tarde desta quarta-feira (12), o juiz federal Sérgio Moro condenou a nove anos e seis meses o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na ação penal que envolve o caso do tríplex em Guarujá, em São Paulo. A condenação de Lula está repercutindo na imprensa internacional.

No jornal argentino El Clarín, a notícia foi destaque na capa de seu site e lembrou que esta é a primeira condenação a um político do PT no âmbito da Operação Lava-Jato e que a sentença deve ser confirmada em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal.

A condenação de Lula também foi destaque na rede britânica BBC, que lembrou que o ex-presidente negou as acusações, dizendo que o julgamento tem motivação política.

  • Foto: Reprodução/ El PaísJornal espanhol El País repercute condenação de Lula na Lava JatoJornal espanhol El País repercute condenação de Lula na Lava Jato

Segundo o jornal espanhol "El País", "o caso Petrobras fez sua maior vítima nos três anos que leva debulhando a corrupção nas elites brasileiras". Ao dizer que Lula foi condenado a 9 anos e seis meses, afirma que se trata "do ex-presidente mais popular do país".

O “El Pais” do Uruguai destacou que Lula é o primeiro ex-presidente condenado por corrupção no Brasil. O jornal destacou ainda que ele pode ser candidato nas eleições de 2018, pelo menos enquanto o processo não foi julgado na instância superior.

O francês "Le Figaro" também repercutiu a condenação e se referiu a Lula como "um ícone da esquerda" no Brasil.

Mais conteúdo sobre: