Política

Janot denuncia membros do PP por formação de organização criminosa

Rodrigo Janot afirmou que esse fatiamento tem como objetivo otimizar a investigação, por entender que eles se organizaram internamente para cometer crimes contra a administração pública.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma denúncia contra vários membros do Partido Progressista (PP) por formação de organização criminosa com o objetivo de desviar recursos da Petrobras. Como o caso está sob sigilo, o nome e a quantidade de integrantes não foram divulgados, informou o G1.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoRodrigo JanotRodrigo Janot

A denúncia é com base em um inquérito de março de 2015 que investiga a participação de 39 políticos do PP, PT e PMDB, que teriam participado do desvio de vários recursos na estatal.

O procurador decidiu fatiar a denúncia para os membros de cada partido, ou seja, existe um inquérito também sobre o PT e mais duas sobre membros do PMDB do Senado e da Câmara. Rodrigo Janot afirmou que esse fatiamento tem como objetivo otimizar a investigação, por entender que eles se organizaram internamente para cometer crimes contra a administração pública.

Além dessas investigações, é esperado que antes de sua saída da procuradoria, Rodrigo Janot apresente uma nova denúncia contra o presidente da república Michel Temer (PMDB).


MAIS NA WEB