Brasil

Janot quer que Sérgio Moro julgue processos contra Joesley e Saud

Sérgio Moro é o juiz que tem cuidado dos casos relacionados à Lava Jato. Joesley e Saud estão presos desde domingo (10).

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou nessa quinta-feira (14) para o Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido para que os processos referentes ao empresário Joesley Batista e Ricardo Saud, do grupo J&F, sejam encaminhados para a 13ª Vara Federal de Curitiba, ou seja, que sejam julgados pelo juiz Sérgio Moro, informou a Veja.

Sérgio Moro é o juiz que tem cuidado dos casos relacionados à Lava Jato. Joesley e Saud estão presos desde domingo (10), na sede da Polícia Federal em Brasília, após pedido realizado por Janot, que entendeu que eles quebraram o acordo de delação premiada ao omitirem informações que poderiam ocasionar novos inquérito por parte do Ministério Público.

  • Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão ConteúdoRodrigo Janot Rodrigo Janot

O procurador-geral descobriu a omissão das informações após Saud entregar ‘por engano’ alguns áudios onde eles fazem revelaçõessobre o pagamento de propinas e o envolvimento de mais pessoas no esquema. Eles também estão sendo acusados de crime de obstrução de Justiça por causa dos pagamentos indevidos para evitar que o doleiro Lúcio Funaro firmasse acordo de delação.

Nessa quinta-feira, Joesley e Saud decidiram ficar calados durante interrogatóriorealizado na superintendência da Polícia Federal. A pretensão da Polícia Federal era ouvir os dois no inquérito instaurado por determinação da ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, para apurar a veracidade do conteúdo de conversa gravada entre dois em que mencionam ministros do Supremo.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoJoesley Batista e Ricardo SaudJoesley Batista e Ricardo Saud

MAIS NA WEB