Ciência e Tecnologia

Japonês Yoshinori vence o Prêmio Nobel de Medicina em 2016

Ganhadores de outras categorias devem ser anunciados ao longo da semana.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado
  • Foto: Universidade de TóquioYoshinori Ohsumi Yoshinori Ohsumi

O Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2016 foi concedido ao japonês Yoshinori Ohsumi por suas descobertas sobre os mecanismos de autofagia, ou seja, o processo de autodestruição das células. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (03), pelo Instituto Karolinska, na Suécia.

Nascido em 1945 em Fukuoka, no Japão, Oshumi é pesquisador do Instituto de Tenocnologia de Toquio. Em comunicado, o comitê do Nobel anunciou a conquista do japonês. "As descobertas de Ohsumi levaram a um novo paradigma no nosso conhecimento sobre como as células reciclam seu conteúdo. Suas descobertas abriram o caminho para a compreensão da importância fundamental da autofagia em diversos processos fisiológicos, como a adaptação ao jejum ou a resposta a infecções".

O comitê informou que "mutações nos genes ligados à autofagia podem causar doenças e o processo autofágico envolvido em várias doenças, incluindo o câncer e doenças neurológicas.”.

A palavra autofagia significa “comer a si mesmo”. O conceito surgiu na década de 60, quando os cientistas observaram pela primeira vez que as células podiam destruir seu próprio conteúdo, envolvendo-se em membranas e formando vesículas, que mais tarde seriam degradadas.

Nesta terça-feira (04), será anunciado o vencedor do prêmio de Física e, na quarta-feira, 5, o de Química. O prêmio Nobel da Paz será anunciado na sexta-feira (7), e o das Ciências Econômicas na segunda-feira (10). De acordo com o Estadão, a data para o Prêmio Nobel da Literatura ainda não foi divulgada.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Japonês Yoshinori vence o Prêmio Nobel de Medicina em 2016
http://www.gp1.com.br/noticias/japones-yoshinori-vence-o-premio-nobel-de-medicina-em-2016-402203.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.