Piauí - Teresina

João de Deus diz que há julgamento precipitado sobre PPPs

Deputado criticou integrantes da Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa do PI, alegando que estão julgando precipitadamente o funcionamento das PPPs na reforma das rodoviárias do estado.

BRUNA VELOSO

- atualizado

Líder do governo na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), o deputado João de Deus (PT) disse em entrevista ao GP1, na manhã desta terça-feira (18) que a Comissão de Infraestrutura está fazendo um julgamento precipitado do funcionamento das Parcerias Público Privadas (PPPs) no Piauí.

A comissão está elaborando um relatório apontando problemas nas rodoviárias de Teresina, Floriano e Picos, após uma vistoria realizada em março deste ano. As rodoviárias estão sendo administradas por empresa contratada através de PPP.

“Após essa visita às rodoviárias eles retornaram passando a ideia de que a PPP não deu certo, que fracassou, que está errada. Ocorre que a PPP foi judicializada e as intervenções só começaram agora depois do Carnaval, quando a Justiça autorizou a tomada das obras”, explicou o deputado.

  • Foto: Lucas Dias/GP1João de Deus João de Deus

Segundo ele, a parceria ainda está muito recente para que possa ser definido se funciona ou não. “Não podemos querer pra já os resultados diante de tudo isso que aconteceu”, disse. “Acho que no momento é precipitado chegar à conclusão de que ela deu certo ou não deu certo. Vamos aguardar mais um pouco considerando esses problemas que aconteceram”, completou.

Na visão de João de Deus, a reforma está caminhando bem, apesar de ter passado por dificuldades como a judicialização das PPPs e a resistência dos permissionários. “Acho que vamos ter até o final do ano condições de fazer um balanço com mais propriedade”, disse.