Política

João Henrique diz que não se surpreendeu com lista de Fachin 

"A lista apenas confirmou aquilo que a imprensa já vinha divulgando há muito tempo. Não foi surpresa”, analisou o ex-ministro.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O presidente do Conselho Nacional do Sesi e ex-ministro dos Transportes, João Henrique de Almeida Sousa (PMDB), disse que não houve surpresas na lista divulgada terça-feira (11), pelo relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. 

O ex-ministro lembrou que a maioria dos nomes divulgados, já vinha sendo citado pela imprensa nacional. “Não houve surpresas, estes nomes todos já vinham muito tempo sendo citados. A lista apenas confirmou aquilo que a imprensa já vinha divulgando há muito tempo. Não foi surpresa”, analisou João Henrique.

  • Foto: Lucas Dias/GP1João HenriqueJoão Henrique

O presidente nacional do Sesi disse ainda que o impacto da Operação Lava Jato irá influenciar na opinião dos eleitores que, para ele, não escolherão nomes que estejam envolvidos com casos de corrupção. 

“Será muito forte! Acho que será um impacto em que a população dificilmente apostará em nomes que estejam comprometidos de forma muito forte, com estes casos. Em eleições majoritárias e em eleições de diversos aspectos. Por outro lado, é preciso que se coloque que isso é uma investigação inicial e que as pessoas terão, naturalmente, todo direito de se defenderem. Mas, que vai impactar nas eleições eu não tenho a menor dúvida”, frisou o ex-ministro.