Piauí - Teresina

João Henrique garante que PMDB terá candidato ao Governo do Piauí

"Estou convencido de que o PMDB terá candidato a governador”, falou o ex-ministro.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O vice-presidente do Diretório do PMDB do Piauí e ex-ministro dos Transportes, João Henrique de Almeida Sousa está convicto de que o partido terá candidato a governador do Estado nas eleições de 2018. Ele explicou que andanças pelo interior tem mostrado que o sentimento da maioria dos peemedebistas aponta para este caminho e não a de seguir coligado com o Governo Wellington Dias (PT), como alguns defendem.

O ex-ministro, que também preside o Conselho Nacional do Sesi, reafirmou o posicionamento depois da decisão da Executiva do PMDB que optou por cancelar a convenção extraordinária que seria realizada em janeiro do ano que vem. O objetivo seria sondar o desejo da maioria dos delegados quanto ao destino da sigla. A convenção que já havia sido aprovada, foi proposta por João Henrique.

  • Foto: Lucas Dias/GP1João HenriqueJoão Henrique

“Fiz minhas ponderações, eles [que querem aliança com Governo] fizeram as deles, então cada um de nós vai seguir seu caminho. Até lá nós vamos trabalhar, no meu caso, para que na convenção de julho vença a tese de candidatura própria do Partido, estou convencido de que o PMDB terá candidato a governador”, falou o ex-ministro.

João Henrique garantiu que o PMDB do interior não tem respaldo junto ao Governo do Piauí. “Nas minhas andanças temos dois problemas. Primeiro, a situação no interior é de absoluto desprezo por parte do atual governo, então, a estrutura do PMDB no interior não tem a menor atenção, pelo contrário. Segundo, não há um convencimento de que o PT honrará essa conversa de conceder a vice-governadoria ao deputado Themístocles. Portanto, nessa expectativa, o partido vê o crescimento da possibilidade de uma candidatura própria”, explicou o presidente nacional do Sesi.