Piauí - Jaicós

João Henrique Sousa reúne dirigentes do PMDB em Jaicós

O encontro em Jaicós faz parte de uma nova estratégia do ex-ministro dos Transportes, atual presidente nacional do Sesi, para mobilizar as bases em torno da tese da candidatura a governador.

O vice-presidente regional do PMDB no Piauí, João Henrique de Almeida Sousa, se reuniu nesse sábado (16), em Jaicós (350 quilômetros ao sul de Teresina), com dirigentes e lideranças do partido de dez municípios da região para discutir a tese de candidatura própria da sigla a governador do Estado em 2018. João Henrique vem percorrendo o Estado com a Caravana Piauí em Movimento pregando a tese da candidatura própria do PMDB.

No encontro de Jaicós, realizado no auditório da Câmara Municipal, todos os presentes apoiaram seu posicionamento. Dos 16 municípios convidados para o evento, dez participaram, três informaram que não iriam e outros três não têm diretórios nem comissão provisória do PMDB. O encontro em Jaicós faz parte de uma nova estratégia do ex-ministro dos Transportes, atual presidente nacional do Sesi (Serviço Social da Indústria), para mobilizar as bases em torno da tese da candidatura a governador.

A ideia é conversar diretamente com os dirigentes municipais do PMDB sobre o assunto. “Nós estamos no melhor momento para abraçar a candidatura do PMDB a governador: temos um presidente que está recuperando a economia do país e, aqui no Piauí, temos um governo que já deu o que tinha de dar, que paralisou o Estado e está claramente desgastado perante a população”, declarou ele. João Henrique criticou a decisão da cúpula do PMDB de aderir ao Governo de Wellington Dias (PT) e disse que a postura representa um desrespeito às bases do partido.

  • Foto: Divulgação/AscomEncontro em JaicósEncontro em Jaicós

Ele destacou ainda que aonde tem ido tem ouvido reclamações das lideranças municipais peemedebistas quanto à postura da direção estadual da sigla. "As bases se sentem excluídas porque consideram, com justa razão, que têm o direito de escolher em quem o PMDB quer votar para governador do Piauí", disse ele. "O que não aceitamos é que a cúpula do PMDB decida apoiar a reeleição do governador do PT sem consultar os delegados, desrespeitando as bases do partido".

O presidente municipal do PMDB em Jaicós, Chico Tauá, disse que os delegados do partido têm a prerrogativa de escolher em quem querem votar para governador. "É responsabilidade dos delegados decidirem se o PMDB deve ter candidato ou não a governador", disse ele. Realizado a partir de sugestão de Chico Tauá, a reunião contou com a participação dos presidentes e delegados do PMDB de Jaicós, Caldeirão Grande, Francisco Macedo, Padre Marcos, Belém do Piauí, Marcolândia, Massapê do Piauí, Caridade, Patos e Queimada Nova.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB