Brasil

Joesley e Saud deixam sede da PF em São Paulo rumo a Brasília

Os dois são suspeitos de omitir informações de investigadores e quebrar o acordo de delação premiada.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Depois de passarem a madrugada e o início da manhã nesta segunda-feira (11) na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, o empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud deixaram a sede rumo ao Aeroporto de Congonhas, onde embarcaram para Brasília.

Os dois estão presos desde a tarde deste domingo (10), após o relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, acatar os pedidos de prisão. De acordo com o G1, ao chegar em Brasília, os dois seguem primeiro para a Superintendência da PF e depois para o Instituto Médico Legal (IML).

  • Foto: Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão ConteúdoJoesley e Saud são çevados para BrasíliaJoesley e Saud são levados para Brasília

As prisões de Joesley e Saud são temporárias, com prazo de cinco dias, e podem ser revertidas para preventivas. Na manhã desta segunda, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensãoem imóveis relacionados a Joesley e Saud. Os dois são suspeitos de omitir informações de investigadores, o que quebraria o acordo de delação premiada.

MAIS NA WEB