Enviar por e-mail

Enviar notícia por e-mail
Exemplo: nome@example.com. Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Os comentários serão incluídos na mensagem

Comunicar erros

Comunicar erro na notícia
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Descreva o que há de errado com esta notícia
08/02/2009 - 02h51
Vídeo

Jovens filmam e colocam vídeos de brigas no YouTube

As cenas são registradas por aparelhos de telefone celular.

do GP1

Além de marcarem brigas pela internet, como a que aconteceu na última sexta-feira (6), adolescentes no Distrito Federal chegam a filmar e a divulgar a pancadaria em sites como o YouTube. Os vídeos são feitos por aqueles que se juntaram para assistir.

Eles se juntam como se fossem a um show, já incentivando a briga. “Já chega ‘dando’, já chega ‘dando’”, diz um dos garotos. Um rapaz que tem uma câmera na mão adverte: "Tem um caco de vidro no chão. Tira esse vidrinho, tira esse vidrinho". Pelas regras, só vale bater com mãos e pés.

A briga começa. Aos risos, a platéia, formada por jovens, continua apoiando a briga. Os dois rapazes trocam socos e pontapés. “Dá joelhada, dá joelhada, dá joelhada”, grita um dos meninos. Quanto mais tapas e socos, mais gritaria. Ninguém tenta separar.

Em outro local, mais dois jovens se enfrentam. “Dá um ‘pisão’, dá um ‘pisão’ na goela desse moleque. Vai, mata ele”, grita um rapaz que assiste à briga.

As cenas são registradas por aparelhos de telefone celular. Segundo a polícia, brigas desta forma têm sido frequentes em Brasília.

Parque da Cidade

Na sexta-feira (6), a Polícia Militar apreendeu cerca de 40 adolescentes de escolas particulares tradicionais de Brasília suspeitos de participarem de uma briga no Parque da Cidade, no centro de Brasília. Outros 60 jovens teriam fugido com a chegada da polícia.

De acordo com a PM, os adolescentes teriam marcado o encontro pela internet para um acerto de contas. Os jovens têm entre 12 e 18 anos e seriam integrantes de dois grupos rivais.

Os adolescentes apreendidos foram levados para a Delegacia da Criança e do Adolescente e foram ouvidos no final da tarde. Os jovens chegaram à delegacia em dois ônibus com capacidade para 20 lugares cada.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Rubens Rui, a maioria dos pais alegou desconhecimento quanto ao local onde os filhos estavam. "Eles [os alunos] disseram que saíram para jogar bola ou ir para a escola", disse. Nenhum dos adolescentes ouvidos tinha passagem pela polícia.

Platéia

Alguns dos adolescentes alegaram que estavam no local apenas para assistir à briga. Um estudante de 15 anos ouvido pelo G1 afirmou que a briga no parque envolvia apenas dois garotos.

Segundo ele, os garotos pertencem a grupos rivais de escolas diferentes e já teriam brigado em outras ocasiões, mas sem uma platéia tão grande. "Eles saíram [da briga] pingando de sangue", afirmou.

A briga entre eles, segundo a polícia, só terminou quando um dos rapazes quebrou o dedo depois de bater no outro. Eles foram encontrados horas depois, com ferimentos leves, em uma quadra próxima ao parque. Os demais estavam lá apenas para assistir.

O tenente-coronel Nelson Garcia, do policiamento do batalhão escolar de Brasília, disse que a quantidade de estudantes envolvidos com a briga surpreendeu os pais. "Foi uma supresa ver alunos de escolas particulares se reunindo para brigar", afirmou.

Fonte: G1

Keywords: youtube, brigas


Saiba mais sobre Notícias do Brasil
Avalie:
Média de avaliações:
5 votos
Comente esta reportagem
Comentário
Escreva aqui seu comentário
De onde você é?
Escolha um Estado
Escolha sua Cidade
Quem é você?
Informe o seu Nome
Informe o seu E-mail!

Comentários (6)

  • victor meireles dos santos, São Vicente-SP disse:
    Deixado em 18/06/2012 às 22h45

    um bando de vadias

  • Airton marques, Várzea Grande-MT disse:
    Deixado em 21/04/2012 às 20h18

    Isso e coisa de meninas quando querem chamar a atenção dos machos!!!
    Bando de bichinas

  • jucy, Itapuã do Oeste-RO disse:
    Deixado em 22/11/2011 às 16h55

    eu acho um abisurdo, adolesente brigam como se fosse uma coisa tão bonita
    Isentivando outros adolesente e criança isso tem que para

  • talita leao, Manaus-AM disse:
    Deixado em 29/09/2011 às 20h14

    isso e irplacilidade pra qem naw tem oq fazer

  • marcos ribeiro, Recife-PE disse:
    Deixado em 24/05/2011 às 13h59

    nao deveria dedicar um espaço tao grande para esses retardasdos mentais.

  • emilly lauanny freire ribeiro, Riacho Fundo-DF disse:
    Deixado em 10/03/2011 às 21h40

    EU ME CHAMO EMILLY TENHO 15 ANOS SOU ESTUDANTE E MORO NO RIACHO FUNDO 2

tempo real


Publicidade