Política

Júlio Arcoverde nega ampliação de cargos para PP no Governo Temer

"O que sabemos é que a ordem de lá é que qualquer alteração só deverá ocorrer depois do dia 2 de agosto”, afirmou Arcoverde.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O deputado estadual e presidente do diretório do PP do Piauí, Júlio Arcoverde negou qualquer tipo de articulação acerca da possibilidade do Partido Progressista ampliar os espaços que ocupa no Governo Federal.

Ele explicou que até o dia 2 de agosto, data prevista para votação da denúncia contra o presidente da República Michel Temer (PMDB) no plenário da Câmara Federal, não haverá alterações.

  • Foto: Bruna Veloso/GP1Deputado Júlio Arcoverde Deputado Júlio Arcoverde

“Não há nada disso, nada de mudança. O que sabemos é que a ordem de lá é que qualquer alteração só deverá ocorrer depois do dia 2 de agosto”, afirmou Arcoverde.

O que se comenta nos bastidores é que a saída do PSB da base do Governo central deixaria vaga a presidência da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) que, poderia passar para as mãos do PP, comandado nacionalmente pelo senador piauiense Ciro Nogueira Filho.

MAIS NA WEB