PI - Matias Olímpio

Justiça Eleitoral vai julgar ação contra vereador Mário Lima

A coligação pede a cassação do diploma do vereador Mário Lima e a inelegibilidade do vereador e do ex-prefeito Antônio Cinda por 8 anos.

RAISA BRITO

- atualizado

A juíza eleitoral Mariana Cruz Almeida Souza, da 80ª Zona Eleitoral, vai julgar no dia 18 de outubro, às 9 horas, Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra o vereador Mário Rodrigues de Lima, e o ex-prefeito Antônio Rodrigues Sobrinho, mais conhecido como Antônio Cinda.

Segundo a coligação “A Vez da Mudança”, autora da denúncia, o então candidato a vereador, Mário Lima, participou de um comício no Povoado Formosa, em Matias Olímpio, no dia 24 de setembro de 2016, às 20 horas, onde confessou ter cometido várias irregularidades como presidente da Colônia de Pescadores de Matias Olímpio.

Durante seu discurso, a coligação afirma que Mário Lima surpreendeu a todos que estavam presentes ao confessar publicamente ter cometido crimes de falsidade ideológica com a previdência social, quando presidente da colônia.

“Todos os presentes ficaram perplexos com a confissão de erros cometidos visando fraudar benefício previdenciário social, neste caso, o Seguro Defeso, para favorecimento pessoal e eleitoral, bem como cooptar votos para seu candidato a prefeito Antônio Cinda e para si”, diz trecho da denúncia.

A coligação pede a cassação do diploma do vereador Mário Lima e a inelegibilidade do vereador e do ex-prefeito Antônio Cinda por 8 anos.

Na ação, a coligação apresentou um vídeo do discurso do vereador Mário Lima no comício onde ele confessa ter cadastrado pessoas que nunca pescaram. Assista abaixo!

Outro lado

Procurado, o vereador Mário Lima não foi localizado para comentar a denúncia. O GP1 continua aberto para quaisquer esclarecimentos.

MAIS NA WEB