Piauí - Teresina

Luciano Nunes diz que Lucy Silveira não ameaça a bancada do PSDB

"Não vejo a candidatura dela como prejuízo para a bancada do PSDB", disse o deputado estadual.

GERMANA CHAVES

- atualizado

Ao que tudo indica o deputado estadual do Piauí Luciano Nunes é um dos poucos correligionários do PSDB que não estão incomodados com a possível entrada da esposa do prefeito de Teresina Firmino Filho, Lucy Silveira, na disputa por uma das vagas na Assembleia Legislativa em 2018. Durante entrevista ao GP1, nesta quarta-feira (30), ele afirmou que a candidatura da primeira-dama é legítima e não a vê como uma “ameaça” a manutenção da bancada tucana local.

“Não houve posição formal dela em relação a qualquer candidatura, seja a estadual ou federal. Mas, é legitimo ela se candidatar. Não vejo a candidatura dela como prejuízo para a bancada do PSDB. Somos três deputados e temos o estado todo para buscar apoio. Estamos falando não só de Teresina, mas do Estado”, advertiu o tucano que ainda recordou do período em que Firmino também foi deputado. “Lembrando que o próprio prefeito já foi deputado estadual junto conosco. Isso mostra que tem espaço para todo mundo."

  • Foto: Lucas Dias/GP1Luciano NunesLuciano Nunes

A princípio, Lucy estava cotada para a Câmara Federal, mas nas últimas semanas, tem tomado força a eventual entrada dela para deputada estadual. Isso poderia trazer prejuízos para a bancada do PSDB que viria os apoios de Firmino Filho sendo transferidos para a esposa, que hoje está no partido Progressistas.

Ao invés de concentrar esforços para manter as três vagas na Assembleia, o prefeito naturalmente iria trabalhar para eleição da primeira-dama. Por isso, a restrição de alguns tucanos que temem perder força em virtude da falta de apoio da principal liderança tucana local.

Além de Luciano Nunes, o partido conta com mais dois deputados: Marden Menezes e Firmino Paulo, primo do prefeito de Teresina e principal prejudicado com uma eventual candidatura de Lucy Silveira.

MAIS NA WEB