Política

Luciano Nunes quer proibir venda de refrigerantes em escolas

Ele explicou que o projeto ocorre diante da “importância que a alimentação da escola tem para a dieta dos alunos".

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

Foi apresentada nessa segunda-feira, 11 de setembro, na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) um projeto de lei que proíbe a venda de refrigerantes em escolas de educação básica no Estado do Piauí. A proposta é de autoria do deputado estadual Luciano Nunes (PSDB).

O projeto de lei agora irá tramitar nas comissões técnicas da Assembleia Legislativa. Se for aprovado no plenário e depois sancionado, o projeto deverá ser aplicado nas escolas públicas e privadas do Piauí.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Luciano NunesLuciano Nunes

“Um dos grandes vilões da obesidade infantil é o consumo indiscriminado de alimentos de alto teor energético e poucos nutritivos. Estudos demonstram que uma das maiores fontes de gordura e açúcar na dieta infantil vem dos lanches escolares, que cada vez mais se reduzem a alimentos industrializados e poucos saudáveis, quando não nocivos à saúde”, disse o parlamentar em sua justificativa.

Ele explicou que o projeto ocorre diante da “importância que a alimentação da escola tem para a dieta dos alunos e de que a proibição da venda de refrigerantes no ambiente escolar pode contribuir sobre maneira para a formação de hábitos alimentares”.


MAIS NA WEB