Política

Lucy Soares é vista como nome qualificado para vice de Wellington

A primeira-dama é articulada, possui bom trânsito no meio político e é bem quista, sobretudo, pelos teresinenses.

GERMANA CHAVES

- atualizado

A primeira-dama de Teresina, Lucy Soares da Silveira (PP), terá papel de destaque nas eleições de 2018. A esposa do prefeito Firmino Filho (PSDB) está gabaritada para alçar voos não só na esfera legislativa, a exemplo da Câmara Federal, como já foi cogitado, mas também no plano majoritário. Na visão de um grupo qualificado de analistas, ela reúne todas as condições de ser colocada até mesmo como alternativa para o cargo de vice na chapa que será encabeçada pelo governador Wellington Dias (PT).

Lucy Silveira é articulada, possui bom trânsito no meio político e é bem-quista, sobretudo, pelos teresinenses. Sempre que questionada sobre os possíveis planos políticos para o próximo pleito, ela vem sendo bastante cautelosa e apenas tem agradecido às manifestações de apoio nesse sentido. Hoje a vaga de vice-governador é ocupada por Margarete Coelho que também é do PP.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Firmino Filho e sua esposa Lucí SilveiraFirmino Filho e sua esposa Lucy Silveira

No início deste ano, Lucy trocou o PSDB pelo PP do senador Ciro Nogueira Filho que, aliás, já ressaltou diversas vezes a importância de contar com a primeira-dama nos quadros do partido. À época, quando questionada pelo GP1qual teria sido a motivação para a mudança, a progressista evitou enveredar pelo caminho político e ressaltou a cordial relação que possui com Ciro e com a deputada federal, Iracema Portella. “Eu tenho uma boa relação com a deputada Iracema e o convite já foi aceito. Foi uma decisão pessoal minha”, disse a primeira-dama.

Caso a primeira-dama decida não se colocar como alternativa – o que é considerado muito remoto – a aposta é pela entrada de Firmino Filho que já disse em outras ocasiões, que não será candidato a nada em 2018.

MAIS NA WEB