Política

Lula afirma a aliados que vai se candidatar em 2018

“Para vocês posso dizer: eu serei candidato à Presidência da República”, disse o ex-presidente.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva avalia que a Lava Jato causará impacto em “todos os partidos” e diz agora que o que chama de “exageros” da operação, somados ao desemprego e à crise econômica, tendem a produzir um movimento “queremista” por sua volta ao poder.

“Para vocês posso dizer: eu serei candidato à Presidência da República”, afirmou ela à deputada Luciana Santos (PE), que comanda o PCdoB, e também a Orlando Silva (SP). De acordo com informações do Estadão, a conversa ocorreu na segunda-feira passada, em São Paulo.

  • Foto: Joel Nogueira/Foto Arena/Estadão ConteúdoLuiz Inácio Lula da SilvaLuiz Inácio Lula da Silva

Lula já teria encomendado ao ex-ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, a Luiz Gonzaga Belluzzo e a professores da USP, como Laura Carvalho, propostas para confecção de um programa econômico. O mote de sua plataforma será o estímulo ao consumo “com responsabilidade fiscal”.

Os petistas, no entanto, não tem Plano B, caso Lula seja impedido de disputar a Presidência, se for condenado na Justiça em segunda instância e virar ficha-suja. Hoje o ex-presidente é alvo de cinco ações penais, sendo três na Lava Jato, mas mesmo assim, lidera as pesquisas de intenção de voto no país.

Mais conteúdo sobre: