Enviar por e-mail

Enviar notícia por e-mail
Exemplo: nome@example.com. Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Os comentários serão incluídos na mensagem

Comunicar erros

Comunicar erro na notícia
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Descreva o que há de errado com esta notícia
03/01/2012 - 16h54
Pararam os ônibus

Manifestação dos estudantes deixa uma pessoa ferida em Teresina

A vítima foi o advogado dos estudantes, Enzo Samuel, 25 anos, que disse ter sido agredido pelos policiais.

GERMANA CHAVES DO GP1
Atualizada em 03/01/2012 - 17h38
Nesta terça-feira (03) os estudantes voltaram às ruas de Teresina para protestar contra o aumento da passagem de ônibus e a implantação da integração das linhas de transporte coletivo da capital. O manifesto de hoje não foi pacífico, pois houve confronto entre estudantes e policiais e uma pessoa saiu ferida.

Imagem: Germana Chaves/GP1Estudantes na manifestação(Imagem:Germana Chaves/GP1)Estudantes na manifestação


A vítima foi o advogado dos estudantes, Enzo Samuel, 25 anos, que disse ter sido agredido pelos policiais. “Os estudantes estavam fazendo o protesto de maneira pacífica quando os policias desceram das viaturas já atirando com balas de borracha. Eu tentei contê-los e explicar que eu era advogado dos estudantes, mas, eles não quiseram saber e já chegaram me agredindo, me chutando e batendo minha cabeça na viatura”, relatou o advogado ensanguentado. Enzo Samuel disse ainda que vai tomar as providências legais.

Imagem: Germana Chaves/GP1Enzo Samuel ficou machucado durante a manifestação(Imagem:Germana Chaves/GP1)Enzo Samuel ficou machucado durante a manifestação


No local o estudante, Weverton Acelino, 20 anos, mostrou uma cápsula de revólver deflagrada, que segundo ele, foi disparada pelos policiais. “Eles já chegaram agrendindo os estudantes e atirando nas pernas das meninas que estavam participando da manifestação. Eles não respeitaram ninguém. A gente ainda tentou conversar, mas, eles não quiseram ouvir”, disse.

Imagem: Germana Chaves/GP1Everton mostra a cápsula(Imagem:Germana Chaves/GP1)Weverton Acelino mostra a cápsula

A tenente-coronel da PM, Júlia Batriz, estava no local da confusão. Ela garantiu que será aberta investigação e se for confirmada a agressão por parte da polícia as providências serão tomadas. “Vamos apurar os fatos e se comprovada as denúncias sem dúvida as providências cabíveis serão tomadas”, garantiu.

Imagem: Germana Chaves/GP1Tenente Coronel Júlia(Imagem:Germana Chaves/GP1)Tenente Coronel Júlia
Imagem: Germana Chaves/GP1Manifestantes na Avenida Frei Serafim(Imagem:Germana Chaves/GP1)Manifestantes na Avenida Frei Serafim
Imagem: Germana Chaves/GP1Enzo diz ter sido agredido por policiais(Imagem:Germana Chaves/GP1)Enzo diz ter sido agredido por policiais
Imagem: Germana Chaves/GP1Cápsula encontrada pelos estudantes(Imagem:Germana Chaves/GP1)Cápsula encontrada pelos estudantes





Keywords: passagem de ônibus, manifestação dos estudantes, treresina, advogado ferido


Saiba mais sobre Notícias do Piauí
Avalie:
Média de avaliações:
1 votos
Comente esta reportagem
Comentário
Escreva aqui seu comentário
De onde você é?
Escolha um Estado
Escolha sua Cidade
Quem é você?
Informe o seu Nome
Informe o seu E-mail!

Comentários (7)

  • Rafael, Teresina-PI disse:
    Deixado em 05/01/2012 às 11h15

    Chega ser hilário a ignorância de muitos aqui, é bom que revejam seus conceitos de vagabundos, posso entender vocês não saberem o que é estudante, talvez nunca foram(é um dos problemas do nosso país: falta de oportunidade). E pra efeito de curiosidade, o uso de bala de borracha é apenas necessário quando os manifestantes agride a tropa de choque(no caso ocorreu o contrário), nessa situação para a dispersão dos manifestantes deveria fazer uso do gás lacrimogêneo.

  • Regina, Teresina-PI disse:
    Deixado em 04/01/2012 às 21h11

    O movimento é uma forma muito interessante de lutar pelos interesses da maioria, agora, esse movimento não pode ir contra algo que é o 2º em importância na constituição que é direito de ir e vir das pessoas. Estive acompanhando de perto o movimento no ano passado e vi muita gente querendo aparecer que não tinham nada de estudantes estavam mais para drogados e arruaceiros.

  • Fernando Sales, Teresina-PI disse:
    Deixado em 04/01/2012 às 20h34

    A polícia é pra manter a ordem e não a desordem,por isso não podem deixar os estudantes interditarem uma avenida, se querem fazer uma manifestação que façam sem prejudicar os outros, se apartir desse momento acontece isso, aí é com a PM. Agora, os estudantes que se garantirem na baderna que aguente as consequências.... parabéns pra polícia militar.

  • ANTONIO CARLOS, Teresina-PI disse:
    Deixado em 04/01/2012 às 09h59

    Bom o que está na mão do possivel estudante é uma capsula deflagrada de bla de borracha que nesta situação é permitida até para conter e não fugir do controle a manifestação que deve ser de meios pacificos e não a palhaçada promovida pelo PC do B!

  • carlos ribeiro, Boa Hora-PI disse:
    Deixado em 03/01/2012 às 23h25

    comedia quem deve ter comentado aew a mulher que tiro as fotos e proprio cara do site imprensa sem futuro cara é o cara e nao e voces que vao tira isso dele é isso aew enzo lute por nossos direito....imprensa de teresina vamos aprender com fatima do jornal nacional... imprensa ridicula!

  • marcos alberto, Teresina-PI disse:
    Deixado em 03/01/2012 às 19h29

    Achei muito pouco. Violência quem pratica são esses marginais travestidos de estudantes. A polícia deve agir com todo o rigor.

  • Sérgio Beserra, Teresina-PI disse:
    Deixado em 03/01/2012 às 19h17

    Vagabundo tem que levar pau, para aprender a respeitar os direitos dos outros. O que o cidadão tem haver com essa baderna?

Publicidade

tempo real


Publicidade