Piauí - Redenção do Gurgueia

Manifestantes ateiam fogo em pneus em frente de delegacia no Piauí

Conforme o delegado Aldely Fontinele, a morte do detento foi o estopim para a população realizar a manifestação.

THAIS SOUZA

- atualizado
  • Foto: Ampario GilManifestaçãoManifestação

A população da cidade de Redenção de Gurguéia esteve reunida nessa última segunda-feira (05) durante ato de manifestação contra a falta de segurança que está dominando o município. A manifestação ocorreu após um policial militar ter matado um preso dentro da delegacia durante uma luta corporal, também nessa segunda (05).

De acordo com o vereador Ampario Gil (PSB), que participou do ato, a concentração foi realizada em frente da delegacia da cidade, localizada na Avenida Gurguéia. “Populares tiveram conhecimento que um representante da OAB estaria na delegacia para colher informações sobre o homicídio para fundamentar as investigações. Os populares se reuniram em frente à delegacia, após isso teve um carro de som cedido pelo vereador Marques Sandro (PPS). E estiveram presentes também o vereador Edvaldo Rodrigues Dias e eu. As pessoas se manifestaram pedindo justiça, paz e providências na apuração do caso”, disse.

Além disso, o vereador informou que a manifestação foi tranquila até um certo momento. “As pessoas começaram a queimar pneus, jogar pedras e a polícia revidou jogando spray de pimenta e fizeram alguns disparos com bala de borracha. Mas ninguém ficou ferido”, relatou Ampario.

O delegado Aldely Fontinele disse, durante entrevista ao GP1,que foi enviada uma equipe a Força Tática de Bom Jesus para proteger o prédio da delegacia, e ainda informou que a morte do detento foi o estopim para a população. “Acabou sendo o estopim de tudo. A população está insatisfeita com tanta violência. Quem deveria prestar tal serviço, está cometendo. Então houve uma inversão das coisas. A cidade só tem dois policiais militares para tomar de conta da cidade. É praticamente impossível eles estarem em todos os lugares e ao mesmo tempo, então consequentemente as coisas se tornam mais complicadas. A população clama por justiça e por segurança”, finalizou.

Entenda o caso

Um preso foi morto por um policial militar dentro da delegacia de Redenção do Gurguéia na madrugada desta segunda-feira (05), após travar uma briga para tentar roubar a arma do PM que estava de plantão. O polícia continua foragido.