Piauí - Parnaíba

Mão Santa nomeia condenado por estelionato para diretoria

O decreto de nomeação é de 08 de maio de 2017 e foi publicado no Diário Oficial, produzindo seus efeitos legais.

GIL SOBREIRA

- atualizado

Condenado a 2 (dois) anos e 8 (oito) meses de cadeia por estelionato, o empresário Itamar Araújo Torreão, mais conhecido como “Big Boy”, foi nomeado pelo prefeito Mão Santa e vai ocupar o cargo de Diretor de Operação, da Secretaria Municipal de Setor Primário e Abastecimento – Sespa, da Prefeitura de Parnaíba. O decreto de nomeação é de 08 de maio de 2017 e foi publicado no Diário Oficial, produzindo seus efeitos legais.

  • Foto: DivulgaçãoItamar e Mão Santa Itamar e Mão Santa

Condenação por estelionato

Em 12 de novembro de 2009, Itamar Big Boy foi condenado a 2 anos e 8 meses pela Justiça Federal acusado de estelionato majorado ao receber, indevidamente, valores relativos ao benefício de pensão por morte pago pelo Ministério da Fazenda em nome de sua mãe, Maria de Lourdes Silva Torreão, mesmo após o seu falecimento.

  • Foto: Divulgação/Diário Oficial dos MunicípiosNomeação de Itamar AraújoNomeação de Itamar Araújo

A juíza Mariana Rocha Cavalcanti Barros Mendes substituiu a pena privativa de liberdade por duas restritivas de direito, a prestação pecuniária fixada em R$ 1.000,00 (um mil reais) e a prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas pelo período de 2 anos e 8 meses. As duas penas ainda não foram cumpridas e o novo diretor da prefeitura poderá ter a sua prisão decretada.

  • Foto: DivulgaçãoParte da sentença de Itamar Araújo condenado por estelionatoParte da sentença de Itamar Araújo condenado por estelionato

Mão Santa também nomeou condenado por tráfico

Condenado a dois anos e um mês de reclusão por tráfico de drogas, o mecânico Breno Leandro Rodrigues dos Santos, foi nomeado pelo prefeito Mão Santapara exercer cargo comissionado de Diretor de Gestão Patrimonial e Operacional da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Parnaíba. A portaria de nomeação foi publicada no Diário Oficial de Parnaíba, edição de 25 de janeiro de 2017.

O diretor Breno Leandro foi preso em flagrante delito no dia 23 de julho de 2015, após Policiais Militares perceberem uma grande movimentação de pessoas em sua casa, razão pela qual passaram a monitorar a residência por suspeita de comercialização de entorpecentes,

Depois de algum tempo de monitoramento, os policiais constataram que ali estava ocorrendo a venda de entorpecentes e resolveram realizar uma abordagem e encontraram na residência do acusado 274 pedras pequenas de crack e outras 3 pedras maiores, um rolo de alumínio e outros objetos.

Outro lado

Procurado pelo GP1 na tarde desta segunda-feira (15), o secretário de Governo, Carlos Edurado, ficou de enviar resposta através de email, o que não aconteceu até a publicação da matéria.

MAIS NA WEB