Brasil

Marcello Miller tem carteira da OAB suspensa por 90 dias

Presidente do conselho federal da OAB diz que processo pode chegar à cassação.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia, afirmou que o ex-procurador da república e advogado Marcello Miller terá uma suspensão cautelar do direito de advogar por 90 dias a partir desta quarta-feira (13).

O processo, segundo o presidente da OAB, pode levar à cassação da carteira da OAB de Miller. Ele é suspeito de ajudar os executivos do J&F, controlador da JBS de Joesley Batista, a negociar seus acordos de delação quando ainda era da Procuradoria. De acordo com a OAB, a suspensão se dá pelo fato de ele ter trabalhado como advogado enquanto era um procurador.

  • Foto: José Lucena/Futura Press/Estadão ConteúdoMarcello MillerMarcello Miller

"Houve um exercício da profissão da advocacia de forma irregular, enquanto ele ainda era membro do Ministério Público", explicou Lamachia. De acordo com informações do G1, o processo contra Miller foi aberto em junho de 2017.

Miller é alvo de polêmica na Operação Lava Jato suspeito de ter ouvido as gravações entre Joesley Batista e Michel Temer quando ainda estava no cargo de procurador da república. "A OAB, a partir do seu tribunal de ética, entendeu que deveria abrir o processo disciplinar e depois aplicar a suspensão cautelar. Pode chegar até a cassação", disse Lamachia.

MAIS NA WEB