Piauí - Pedro II

Marden Menezes cobra da Agespisa medidas urgentes em Pedro II

"O município sofre com o desabastecimento de água, que pode ser agravado a médio prazo com a perfuração indiscriminada de poços tubulares privados”, disse.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

A falta de água no município de Pedro II já é alvo de investigação no Ministério Público Estadual e agora o deputado estadual Marden Menezes (PSDB) também decidiu pressionar a Agespisa para que sejam tomadas medidas, já que os moradores chegaram a ficar 10 dias sem água.

Foi então aprovado nessa terça-feira (26) um requerimento na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) e que será encaminhado para o governador Wellington Dias (PT) e para o presidente da Agespisa, Emanuel Bonfim, para que sejam tomadas providências urgentes para resolver de maneira definitiva o problema da falta de água que afeta os mais de 30 mil habitantes.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Marden MenezesMarden Menezes

“No primeiro semestre deste ano foi realizada uma Audiência Pública na Câmara dos Vereadores de Pedro II e na oportunidade, os representantes da Defesa Civil garantiram a solução do problema através de poços de grande profundidade. Porém, até a presente data, o município sofre com o desabastecimento de água, que pode ser agravado a médio prazo com a perfuração indiscriminada de poços tubulares privados”, disse.

Crise hídrica

No dia 21 de setembro, o promotor Sávio Eduardo Nunes de Carvalho, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou um inquérito civil para apurar as responsabilidades pela ineficiência no fornecimento de água no município de Pedro II. São alvos da investigação o prefeito Alvimar Martins e a Agespisa.

Ele ainda expediu recomendação determinando que o prefeito Alvimar e a Agespisa garantam emergencialmente o serviço de fornecimento de água a todos os consumidores das zonas urbana e rural, assim como também devem disponibilizar gratuitamente, abastecimento em caminhão pipa com água dentro dos padrões legais e regulamentares de potabilidade, aos consumidores.