Política

Marina Silva se apresenta como candidata à presidência em 2018

Segundo informações da Folha, ela quer montar, desde já, uma agenda de candidata à presidência.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Após a condenação do ex-presidente Lula, Marina Silva chamou líderes da Rede no Congresso para uma conversa sobre as eleições de 2018. De acordo com informações da Folha, ela quer montar, desde já, uma agenda de candidata à presidência. Nesta segunda-feira (17), ela participa de um encontro com artistas no Rio.

A reunião de Marina no Rio está sendo organizada pelo ator Marcos Palmeira, onde devem participar nomes que têm defendido a saída do presidente Michel Temer do Planalto. Na conversa com aliados, Marina citou a possível filiação de Joaquim Barbosa e Carlos Ayres Britto, ex-presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF). Os dois são vistos como nomes ideais para compor a chapa com ela em 2018.

  • Foto: Charles Sholl/Estadão ConteúdoMarina SilvaMarina Silva

Com a saída de Lula da disputa eleitoral, Marina Silva acredita ter maiores chances ao Planalto. O ex-presidente Lula foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro, na última quarta-feira (12), a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A ação penal envolve o caso da compra e reforma de um apartamento tríplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.