Piauí

Médicos da rede estadual paralisam atividades nesta sexta

A paralisação vai durar o dia inteiro em todos os estabelecimentos de saúde do Piauí, só atendendo urgência e emergência.

THAIS GUIMARÃES

- atualizado

Os médicos que trabalham nos estabelecimentos de saúde do estado paralisaram as atividades nessa sexta-feira (06) em todo o Piauí. De acordo com o Sindicato dos Médicos do Piauí (Simepi), a paralisação de advertência foi deliberada em assembleia geral da categoria.

Em entrevista ao GP1, o presidente do Simepi, Samuel Rêgo, explicou como se dará o movimento. “Vai durar o dia inteiro em todos os estabelecimentos de saúde do estado, inclusive do interior, só atendendo urgência e emergência. Exames, consultas e cirurgias eletivas terão de ser remarcadas”, afirmou.

O médico também falou das reivindicações da classe. “Essa paralisação vem como uma advertência. Nossas reivindicações são principalmente em relação à questão de se fazer concurso público, pois hoje os hospitais vêm funcionando com o número inferior ao necessário de profissionais, o desfalque de profissionais vem sobrecarregando, a UTI do Hospital Infantil está ameaçada de ser fechada por falta de profissionais. Também estamos reivindicando nossa progressão automática”, colocou.

Secretaria de Saúde

O GP1procurou a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) para que esta se pronunciasse sobre a paralisação, mas não obteve resposta.