Economia e Negócios

Mercado financeiro prevê pela 1ª vez inflação abaixo de 3%

Estimativa foi feita por analistas do mercado no relatório Focus.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O Banco Central divulgou nesta segunda-feira (25), por meio do relatório Focus, que os economistas do mercado reduziram novamente a estimativa de inflação para 2017 e, desta vez, passaram a estimar, pela primeira vez, um IPCA abaixo de 3% para este ano.

Segundo o levantamento do Banco Central, que ouviu mais de cem instituições financeiras, a inflação deste ano deve ficar em 2,97%, na mediana. No relatório anterior, feito com base nas previsões coletadas pelo Banco Central na semana retrasada, os economistas estimavam que a inflação ficara em 308%. Foi a quinta redução seguida do indicador de inflação.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Supermercado CarvalhoSupermercado

Essa previsão mantém a inflação abaixo da meta central para o ano, que é de 4,5% e, também abaixo do piso de 3% do sistema brasileiro de metas. Para 2018, a previsão do mercado financeiro para a inflação recuou de 4,12% para 4,08% na última semana. Essa foi a quarta redução consecutiva da estimativa para o próximo ano. O índice segue abaixo da meta central, que também é de 4,5% e do teto de 6% fixado para o período.

Já para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2017, o mercado financeiro subiu a estimativa de crescimento de 0,60% para 0,68%. Para 2018, os economistas elevaram a estimativa de expansão da economia de 2,20% para 2,30%. Os economistas mantiveram a previsão para a taxa básica de justos da economia, a Selic, em 7% ao ano para o fechamento de 2017. Atualmente a taxa está em 8,25% ao ano.

Mais conteúdo sobre: