Política

Ministro diz que reforma trabalhista deve ser sancionada amanhã

Ronaldo Nogueira disse ainda que o governo vai editar medida provisória para ‘aprimorar a segurança para o trabalhador’.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse que a reforma trabalhista, aprovada pelo Senado Federal nesta terça-feira (11), deve ser sancionada pelo presidente Michel Temer na quinta-feira (13), e depois deve ser editada uma medida provisória com mudanças no texto.

De acordo com informações do G1, representantes do Ministério do Trabalho, da Casa Civil e de quatro centros sindicais estão analisando pontos que devem ser mudados pelo governo por meio de medida provisória, mas que ainda não possui data para ser editada.

  • Foto: Renato Costa /Framephoto/Estadão ConteúdoMinistro Ronaldo NogueiraMinistro Ronaldo Nogueira

"Esse compromisso será cumprido, todos os compromissos que foram sinalizados pelo presidente e pela própria base do governo, através de um documento encaminhado pelos senadores, aqueles pontos estão sendo tratados uma a um, para serem, através de uma medida provisória, pacificados. E aprimorar a segurança para o trabalhador", afirmou Nogueira.

Nesta quarta, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a Casa não vai aceitar mudanças na reforma trabalhista aprovada no Senado. “A Câmara não aceitará nenhuma mudança na lei. Qualquer MP não será reconhecida pela Casa”, escreveu Maia no Twitter.

MAIS NA WEB