Piauí - Teresina

Moaci Moura Júnior deixa casa de custódia após decisão do TJ

A decisão unânime dos desembargadores Edvaldo Pereira de Moura, José Francisco do Nascimento e Pedro de Alcântara da Silva Macêdo é desta quarta-feira (30).

RAISA BRITO E ANDREIA SOARES

- atualizado
  • Foto: Divulgação: Facebook/MoaciMoaci MouraMoaci Moura

Moaci Moura da Silva Júnior deixou a Casa de Custódia nesta quinta-feira (01) após os desembargadores da 1ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí decidirem revogar sua prisão preventiva. Moaci é acusado de provocar o acidente que vitimou os irmãos Bruno Queiroz e Francisco das Chagas Júnior, membros do Coletivo Salve Rainha.

A decisão unânime dos desembargadores Edvaldo Pereira de Moura, José Francisco do Nascimento e Pedro de Alcântara da Silva Macêdo é desta quarta-feira (30).

Conforme o relatório, ficam reestabelecidas as medidas cautelares decretadas nos autos da ação penal nº 0016120-55.2016.8.18.0140, de: suspensão da permissão de dirigir veículos automotores, recolhimento domiciliar noturno e nos dias de folga, das 21h às 5h da manhã, proibição de frequentar bares, boates e similares, comparecimento mensal em juízo, no Centro de Assistência ao Preso Provisório, localizado no 5º andar do TJ, para informar e justificar suas atividades, comparecimento a todos os atos processuais aos quais for intimado e proibição de se ausentar da comarca de Teresina ou mudar de endereço, sem autorização judicial.

Vale ressaltar que o descumprimento de qualquer medida imposta, implicará novamente na decretação da prisão do acusado, pelo juízo de primeiro grau. Em relação a fiança, já paga, não será novamente necessária. 

Sobre o acidente 

Além dos irmãos, o jornalista Jader Damasceno também foi vítima do acidente, ocorrido no dia 27 de junho deste ano, na Avenida Miguel Rosa, em Teresina, entre um carro modelo Fusca e um Corolla, conduzido por Moaci Moura, que dirigia alcoolizado e em alta velocidade.

De acordo com a perícia do Instituto de Criminalística do Piauí, ele dirigia a cerca de 100 km/h quando a velocidade máxima permitida era de 60km/h, e ainda, ultrapassou o sinal vermelho, causando a morte de duas pessoas e deixando uma em estado grave. 


Link do texto:

Moaci Moura Júnior deixa casa de custódia após decisão do TJ
http://www.gp1.com.br/noticias/moaci-moura-junior-deixa-casa-de-custodia-apos-decisao-do-tj-405293.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.