Política

Moro recebe ação e Cunha vira réu pela Lava Jato no Paraná

A ação penal contra o ex-deputado deverá correr os trâmites normais do Judiciário para qualquer cidadão.

DEISE KESSLER

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, retomou nesta quinta-feira (13) o processo que corria no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

 A ação penal é sobre as contas na Suíça, em nome de Eduardo Cunha. O STF já havia aceitado a denúncia, agora, Moro vai continuar o julgamento do caso, a partir de onde o processo parou na Suprema Corte.

  • Foto: Mateus Bonomi/Futura Press/Estadão ConteúdoEduardo Cunha Eduardo Cunha

De acordo com o G1, o processo foi transferido para a 13ª Vara da Justiça Federal no Paraná após Cunha perder o mandato de deputado federal. Cunha também perdeu o foro privilegiado, que lhe garantia a possibilidade de ser julgado apenas pelo STF.

A ação penal contra o ex-deputado deverá correr os trâmites normais do Judiciário para qualquer cidadão. Isso quer dizer que o julgamento contra Cunha poderá passar por todas as instâncias até que seja definida uma condenação.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB