Piauí - Água Branca

MP investiga irregularidades no Distrito Policial de Água Branca

A portaria nº 03/2017 foi assinada pelo promotor de Justiça Mario Alexandre Costa Normando, no dia 20 de junho deste ano.

BRUNNO SUÊNIO

- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí abriu procedimento administrativo para investigar irregularidades no prédio do Distrito Policial de Água Branca. A portaria nº 03/2017 foi assinada pelo promotor de Justiça Mario Alexandre Costa Normando, no dia 20 de junho deste ano.

Segundo o promotor, uma inspeção mensal realizada no mês de junho, no Distrito Policial de Água Branca constatou as péssimas condições de funcionamento.

Foram encontrados problemas de cunho estrutural e de recursos humanos, sobretudo várias irregularidades relacionadas a: fossa estourada, fiação exposta, carência de investigadores e escrivães, paredes com mofo, matagal tomando conta das dependências externas da Delegacia, local de atendimento ao público inadequado, entre outras irregularidades que, por questão de segurança dos profissionais, não se recomenda a publicação.

O promotor determinou expedição de ofício à secretaria estadual de Segurança informando a situação atual e requisitando informações quanto ao funcionamento da Delegacia de Água Branca, requerendo a apresentação de relatório explanando a questão de recursos humanos lotados no DP, sem prejuízo de que a Secretaria apresente planejamento para solução dos problemas relatados.

A Delegacia Geral também deverá enviar informações quanto aos recursos humanos lotados no DP, bem como informações quanto ao orçamento e gasto da unidade e pedido de esclarecimento em relação a eventual previsão de solução dos problemas mencionados.