Piauí - Uruçuí

MP investiga uso de veneno em vazantes próximas ao Rio Parnaíba

. A denúncia a ser investigada estaria ocorrendo nos povoados Tucuns, na Barra do Catapora, no Pesqueiro da Pedra e no Mucambo, na zona rural de Uruçuí.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O promotor Edgar dos Santos Bandeira Filho, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou inquérito civil, no dia 6 de outubro, para investigar denúncia sobre o uso de veneno em vazantes próximas ao Rio Parnaíba, na região de Uruçuí.

Na portaria de nº 35/2017, o promotor explicou inicialmente foi instaurado um procedimento preparatório, mas como existe a necessidade de se continuar coletando mais informações, ele decidiu converter esse procedimento em inquérito. A denúncia a ser investigada estaria ocorrendo nos povoados Tucuns, na Barra do Catapora, no Pesqueiro da Pedra e no Mucambo, na zona rural de Uruçuí.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ministério Público do Estado do PiauíMinistério Público do Estado do Piauí

Ele destacou que ainda não foi possível realizar um estudo acerca da utilização de veneno, por não ter sido delimitada uma área específica a ser analisada, assim como “não restaram claras as circunstâncias ambientais em que se encontram as áreas onde possivelmente estariam sendo usados venenos”.

O inquérito irá então investigar essa ocorrência que estaria acontecendo em Uruçuí. “É atribuição constitucional do Ministério Público promover o inquérito civil público e a ação civil pública para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos”, destacou o promotor Edgar Bandeira.