PI - Lagoa do Sítio

MP pede que ex-prefeito Zé Simão seja julgado em Picos ou Teresina

O pedido de desaforamento de julgamento foi autuado no Tribunal de Justiça no dia 17 de julho e distribuído às Câmaras Reunidas Criminais.

GIL SOBREIRA

- atualizado

O Ministério Público Estadual quer o desaforamento do julgamento do ex-prefeito de Lagoa do Sítio, José de Arimateas Rabelo, o conhecido “Zé Simão”, acusado da morte da ex-primeira-dama Gercineide Monteiro, encontrada dentro da própria residência com um tiro na cabeça, no ano de 2015.

O ex-prefeito deve ser julgado na Comarca de Valença do Piauí, cidade vizinha de Lagoa do Sítio.

Segundo a promotora Karine Araruna Xavier, o ex-prefeito será absolvido quando submetido ao Júri, “em razão da imensa pressão na qual estão envolvidos os jurados, que se veem tolhidos em sua liberdade de convencimento e imparcialidade ao julgar por medo e/ou influência política de ocorrência um grave mal extensivo até aos seus familiares, por conta da indiscutível influência social e política exercida pelo pronunciado em toda região”. A promotora destaca que o ex-prefeito é um político profissional, “sendo conhecido pelo exercício diuturno, constante e incansável de Poder Político”.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Ex-prefeito Zé SimãoEx-prefeito Zé Simão

Afirma ainda que o desaforamento vai evitar que uma injustiça venha a ser praticada e pede que o julgamento seja transferido para onde inexistam as pressões e influências apontadas e sugerindo a escolha da Comarca de Picos ou Teresina.

O pedido de desaforamento de julgamento foi autuado no Tribunal de Justiça no dia 17 de julho e distribuído às Câmaras Reunidas Criminais, sendo sorteado para relatar o desembargador Sebastião Ribeiro Martins.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB