Piauí - Sebastião Barros

MPF investiga aplicações de recursos do FNDE em Sebastião Barros

A portaria foi assinada pelo procurador da República Marco Túlio Lustosa Caminha no dia 14 de novembro. 

RAYANE TRAJANO

O Ministério Público Federal, através da Procuradoria da República no Estado do Piauí, resolveu abrir inquérito civil público contra a prefeitura de Sebastião Barros, por possíveis irregularidades no uso de recursos do Ministério da Educação, dos quais não houve prestações de contas. A portaria foi assinada pelo procurador da República Marco Túlio Lustosa Caminha no dia 14 de novembro. 

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI) Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI)

O inquérito foi instaurado após fim do prazo do Procedimento Preparatório que investigava suposta omissão na prestação de contas dos recursos federais repassados à Unidade Escolar Raimundo da Paz, no Município de Sebastião Barros, no ano de 2011, através do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).  

O procurador levou em conta a função do Ministério Público de “proteção do patrimônio público e social” e de “apurar a ocorrência de fatos que digam respeito ou acarretem danos efetivos ou potenciais a interesses que lhe incumba defender”.     

Outro lado

Procurado pelo GP1, o prefeito de Sebastião Barros, Nivaldo Roberto, não foi localizado para comentar o caso.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

MPF investiga aplicações de recursos do FNDE em Sebastião Barros
http://www.gp1.com.br/noticias/mpf-investiga-aplicacoes-de-recursos-do-fnde-em-sebastiao-barros-404567.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.