Piauí - Picos

MPT dá prazo para Secretaria de Saúde de Picos pagar servidores

Audiência foi realizada na manhã da última quinta-feira, 27, mediada pelo Procurador do Trabalho, Carlos Henrique Pereira.

JOSÉ MARIA BARROS

Em audiência de conciliação realizada na manhã da última quinta-feira, 27, o Procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT), em Picos, Carlos Henrique Pereira Leite, estipulou um prazo para que a Secretaria Municipal de Saúde regularize o pagamento dos servidores lotados naquela pasta.

Mediada pelo Procurador do MPT, Carlos Henrique, a audiência contou com a presença da secretária municipal de Saúde, Maria do Socorro de Moura Sousa e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Picos (Sindserm).

  • Foto: Divulgação/AscomAudiência contou com a presença de representantes dos servidores e da secretaria municipal de Saúde.Audiência contou com a presença de representantes dos servidores e da secretaria municipal de Saúde

Durante a audiência, as representantes do Sindserm, Lenice Sales e Aylane Rodrigues, apresentaram ao Procurador do MPT, as principais reivindicações dos servidores municipais lotados na Saúde. Relataram também a insatisfação da categoria em virtude dos não cumprimentos por parte dos gestores dos prazos acordados em negociações anteriores.

Segundo a assessoria do Sindserm, durante a audiência o Procurador do MPT, Carlos Henrique, propôs um acordo prévio entre as partes. Pela proposta apresentada a secretaria municipal de Saúde tem até o próximo dia 7 de agosto para regularizar o pagamento do salário dos servidores referente ao mês de junho.

O acordo prevê ainda que a secretaria municipal de Saúde pode fracionar o pagamento do mês de julho em no máximo três parcelas. E por fim, o Procurador estipulou que o salário referente ao mês de agosto deve ser efetuado até o dia 31 do próprio mês.

O Procurador Carlos Henrique alertou aos gestores da Saúde que, caso o salário referente ao mês de junho não seja efetuado até o dia 8 de agosto, o processo deverá ser judicializado. Se isso vier a ocorrer às contas do município de Picos poderão ser bloqueadas.

Na oportunidade ficou decidido ainda que no próximo dia 8 de agosto, a partir das 14 horas, haverá uma nova audiência, desta vez definitiva, para tratar sobre o assunto.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB