Piauí - Jaicós

Mulher agredida por ex-companheiro é ouvida por delegado em Jaicós

A mulher foi agredida com um pedaço de ferro pontiagudo e sofreu sete perfurações.

THAIS SOUZA

- atualizado

Em entrevista ao GP1na manhã dessa terça-feira (10), o delegado Miguel Carneiro, da Delegacia de Jaicós, revelou detalhes sobre uma tentativa de feminicídio que houve na manhã da última sexta-feira (06) na cidade de Jaicós. A vítima, Cleudiane, foi agredida com um pedaço de ferro e sofreu sete perfurações.

  • Foto: Divulgação/ PolíciaCivilDelegado Miguel e a arma utilizada no crimeDelegado Miguel e a arma utilizada no crime

De acordo com o delegado Miguel, o autor, Washington Guilherme de Sousa Bispo, de 21 anos, conviveu durante quase um ano com a vítima e eles se separaram dois dias antes do crime.

No dia do crime, o suspeito pulou o muro da casa de Cleudiane e entrou pelos fundos. “Ela estava varrendo a calçada, quando ele a surpreendeu com um pedaço de ferro pontiagudo e começou agredi-la. Ela correu para rua, pedindo socorro, ele a alcançou e desferiu vários golpes na tentativa de matá-la”, disse.

Cleudiane foi socorrida por populares e encaminhada para o hospital. No momento que Washington Guilherme foi preso em flagrante, ele se negou a entregar o instrumento utilizado nas agressões, mas depois resolveu entregar para a polícia.

  • Foto: Divulgação/ PolíciaCivilEx-companheiro da vítimaEx-companheiro da vítima

O delegado Miguel revelou que o inquérito policial deverá ser concluído até amanhã. “Devido a gravidade, só conseguimos pegar o depoimento dela ontem (09). Ela já recebeu alta, e o laudo constatou sete perfurações, duas foram na cabeça, uma na lateral do pescoço e as demais nos braços e na coxa. Ela confessou a autoria dele [Washington] e falou que ele mandava mensagem dizendo que não aceitava o fim do relacionamento. A motivação do crime é passional e ela alega que teria se separado dele, porque vinha agredindo ela em outras ocasiões”, disse o delegado Miguel.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB