Ciência e Tecnologia

Nobel de Economia premia estudos da “teoria dos contratos”

Prêmio foi dado ao britânico Oliver Hart e ao finlandês Bengt Holmstrom.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

O prêmio Nobel de Economia 2016 foi concedido ao britânico Oliver Hart e ao finlandês Bengt Holmstrom por suas contribuições para a teoria dos contratos, que ajudam a entender questões como o pagamento baseado em performances para executivos de cargos elevados.

A Academia Real Sueca de Ciências disse ao anunciar o prêmio de 8 milhões de coroas suecas que “o trabalho cria uma fundação intelectual para a criação de políticas e instituições em muitas áreas, da legislação de falência às constituições políticas".

  • Foto: Divulgação Oliver Hart e Bengt Holmstrom Oliver Hart e Bengt Holmstrom

Oliver Hart é professor de economia na Universidade de Harvard e Bengt Holmstrom é professor de economia e administração do Instituto de Tecnologia de Massachusetts. De acordo com o Estadão, o trabalho dos dois tem contribuído para entender o entender quais companhias devem se fundir e o equilíbrio correto de financiamentos e quando instituições como escolas devem ser privadas ou públicas e como contratos para executivos podem ser formulados.

Até esta semana, foram anunciados os vencedores do Prêmio Nobel da Paz, para o presidente colombiano Juan Manuel Santos; de Física, para os britânicos David Thouless, Duncan Haldane e Michael Kosterlitz; de Medicina, para o japonês Yoshinori Ohsumi; e de Química, para o francês Jean-Pierre Sauvage, o britânico J. Fraser Stoddart e o holandês Bernard Feringa. 


MAIS LIDAS