Brasil

Nova denúncia contra Temer deve ser lida hoje no plenário da Câmara

Câmara também pode concluir votação de PEC que acaba com coligações e cria cláusula de desempenho.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

A nova denúncia contra o presidente Michel Temer, oferecida pela Procuradoria-geral da República (PGR), e a análise de propostas da reforma política devem dominar a semana no Congresso Nacional.

O presidente Michel Temer foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. No entanto, o Supremo só poderá analisar a acusação se a Câmara dos Deputados autorizar.

A denúncia chegou à Câmara na última quinta-feira (21). Inicialmente, ela será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e, depois, no plenário. De acordo com informações do G1, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estima que o processo seja concluído em outubro.

  • Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão ConteúdoMichel TemerMichel Temer

Paralelamente à denúncia, a Câmara também deve concluir, nesta terça-feira (26), a votação sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que cria uma cláusula de barreira para as legendas terem acesso ao fundo partidário. A proposta também prevê o fim das coligações a partir de 2020.