Piauí

Número de casos de dengue caem 32,3% no estado do Piauí em 2016

Os dados são do último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi).

ANDREIA SOARES

- atualizado

Caiu o número de casos confirmados de dengue no Piauí, no ano de 2016. Os dados são do último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), na comparação com 2015, onde foi constatada uma queda de 32,3% no registro de ocorrências sobre a doença.

Enquanto em 2015, tiveram 6.432 casos de dengue de janeiro a dezembro, houve quase a metade no ano passado, um total de 3.389. Porém, não houve queda nos registros de Zika Vírus e Chikungunya no mesmo período de tempo. Foram três casos confirmados de Zika em 2015 e 1.379 em 2016 e, seis de Chikungunya em 2015 e 59 em 2016.

Os municípios piauienses com maior incidência de dengue no ano passado foram Teresina (3.092), Cocal (220), Simões (182), Picos (113) e Parnaíba (108). De Zika foi também na Capital (1.253), Parnaíba (114), Caldeirão Grande do Piauí (104), Beneditinos (102) e São João da Fronteira (70). Já de Chikungunya, foram nas cidades de Teresina (171), Piripiri (22), Luís Correia (06), Cocal (05) e Picos (03).

Em relação à microcefalia no Estado, houveram 201 casos notificados, 101 foram confirmados, 88 descartados e 12 sob investigação. Dos 101, apenas dois tiveram relação com o Zika Vírus. As três doenças citadas acima são causadas pelo mesmo transmissor, o mosquito Aedes Aegypti, que transmite também a febre amarela
 

MAIS NA WEB