Piauí - Piripiri

Odival Andrade exonera todos os servidores comissionados

No decreto, o prefeito explica que a “Administração Municipal precisa adequar as finanças municipais visando o equilíbrio financeiro do ano em curso, cujo o exercício terminará em 31 de dezembro".

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O prefeito de Piripiri, Odival José de Andrade, por meio do decreto de nº 1290/2016, de 5 de outubro, determinou a exoneração de todos os cargos em comissão e dos que estavam trabalhando de forma temporária, como medida para conter gastos antes da posse do novo prefeito Luiz Menezes (PMDB).

No decreto, o prefeito explica que a “Administração Municipal precisa adequar as finanças municipais visando o equilíbrio financeiro do ano em curso, cujo o exercício terminará em 31 de dezembro do corrente ano”. Afirma ainda que a decisão é porque “a folha de pessoal está acima do limite estabelecido em lei, não tendo como sustentar a situação atual, como também a notificação para redução dos gastos do Tribunal de Contas do Estado”.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Prefeito de Piripiri Odival Andrade Prefeito de Piripiri Odival Andrade

Odival destacou no decreto que pretende manter o equilíbrio financeiro até o fim da gestão, por isso determinou a exoneração de todos os ocupantes de cargos de provimento em comissão, exceto os gestores dos Fundos Municipais de Saúde, Social, Educação e Prefeitura. Sendo que as secretaria terão uma demanda mínima de servidores.

Também foram canceladas todas as vantagens não permanentes, ficam rescindidos todos os contratos de servidores temporários, exceto os que são de testes seletivos. Também foram suspensas todas as ajudas às entidades filantrópicas.


Link do texto:

Odival Andrade exonera todos os servidores comissionados
http://www.gp1.com.br/noticias/odival-andrade-exonera-todos-os-servidores-comissionados-402530.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.